Tipos de melasma: Descubra qual é o seu

Qual é o seu tipo de melasma? Quanto mais você aprender sobre a disfunção presente na sua pele, mais eficaz vai ser seu tratamento. 

Se você tiver compromisso e disciplina para cuidar do seu melasma, o silenciamento dele vai ser possível, evitando assim o aparecimento de manchas. 

Os seres humanos possuem duas camadas de pele, a epiderme, que é a superior, a derme, que é a inferior. Se o depósito de melanina ocorrer na superfície da pele, se trata de um melasma epidérmico, mais fácil de ser silenciado. Porém, se o depósito de melanina e a consequente aparição de manchas acontecem na derme, estamos falando de um melasma dérmico e, portanto, mais difícil de ser tratado. 

Tratando-se do melasma profundo, é mais importante ainda consumir medicamentos de maneira oral, porque assim o sangue chega na derme através dos capilares sanguíneos com os nutrientes, medicamentos e princípios ativos. Utilizando as cápsulas, o filtro solar físico e o creme clareador você tem resultado!

É óbvio que se você tiver uma ocronose vai demorar muito e vai sim ser difícil, mas ainda sim é possível tratar. 

Existem casos de melasma que a melanina fica alojada não só em uma das camadas, mas sim em ambas, denomina-se melasma misto. Porém, tudo é tratável. 

Quanto menos você se automedicar, mais rápido será o processo. O tratamento de melasma deve ser feito apenas com o acompanhamento de um profissional da saúde e estética. 

Cuidado com o uso de produtos ou procedimentos estéticos sem orientação médica. O efeito rebote pode piorar ainda mais a situação do seu melasma.

Qualquer dúvida, fale comigo pelo direct do Instagram (@dralissandra)! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *